terça-feira, 8 de setembro de 2009

Untitled


Se a felicidade é relativa, a tristeza também.
Eu não sei se posso afirmar que nunca estive tão triste. A verdade é que eu tive dias mais tristes que esse, mas uma tristeza a longo prazo assim, sem um intervalo ou outro pra alegria, eu acho que eu nunca tive.
Digitei uma palavra qualquer no google imagens que se parecesse com o que sinto, e achei meu atual retrato. Estou tal qual a foto aí de cima. Todos os dias, em um momento ou outro, acabo estufada, embriagada, explodindo de excessos.

As coisas que tem acontecido nas últimas semanas, principalmente na última, me golpearam de tal forma que fica tão difícil resistir, e não sucumbir a isso.
E um fator que nunca tinha acontecido antes: Eu não consigo colocar isso pra fora, não consigo falar, escrever sobre certas coisas, não consigo tirar da minha mente ou de qualquer lugar, palavras que descrevam alguns sentimentos, alguns ocorridos.
Nunca fiz o estilo de sofrer calada, sempre desabafei, nesse blog, por e-mail, telefone, palavras, qualquer coisa, hoje estou meio travada.
Estou parada aqui na frente dessa tela ha tempos, tentando escrever esse post, alguns goles de uma bebida qualquer me ajudaram a colocar isso pra fora, aliás, tem me ajudado diariamente a conseguir relaxar. Sei o erro, sei do perigo. Eu sei.
Estou fazendo o possível. Eu fui derrubada no chão, e não vi ainda uma mão estendida pra mim. Talvez ela esteja aqui estendida agora, mas essa nuvem de problemas esteja me impedindo.
Talvez eu esteja apenas precisando de um chacoalhão da vida, porque parece que eu sou do tipo que não aprende com coisas mansas.





8 comentários:

εїз ALMA εїз disse...

Ei linda...
Não fique assim e ñ use a bebida como fuga...
Saiba que não está sozinha que tem mtas pessoas aqui estendendo a mão pra lhe ajudar...
Vamos tentar mandar essa sensação de vazio, medo, tristeza pra longe e ocupar a cabeça com coisas boas..
Sei que estou apenas no seu mundo virtual, mas sabia que pode contar comigo para tudo que precisar!!!

Força linda..

beijos no coração

Andy disse...

Oh amor sei bem como é isso...parece que a tristeza é mais forte...e a alegria passageira...´
Tantas vezes me senti assim, vazia, chorando, sem saber o que seria do dia de amanhã...

Amor, não estou contigo pessoalmente, mas sente o meu abraço...

Eu te dou a mão, todo o apoio que precisares...

Qualquer coisa me pergunta, me chama, mas não te isoles!!! Eu estou contigo pra tudo linda!!!

Te amo!!! Beijo muito grande para ti querida!!!

Anne Darkness disse...

Tudo é relativo, e não apenas a alegria e a tristeza. Einstein explica.
Nem sei oq te dizer... no momento não tenho nenhum conselho. Só te peço pra parar de se culpar desse jeito, q só vai te deixar mais e mais mal.
Cuidado com a bebiba tb... não quero ter uma amiga integrante do AA.

Te adoro, e fique bem por favor.

:*

capri disse...

olá linda,
a vida é dura. mas nada de afogar magoas em bebida. levanta-te e começa a resolver os problemas um a um. acredita que sei do que estou a falar. tenho feito isso para me livrar dos problemas senão eles dão cabo de nós e são um obstaculo à felicidade.
cabeça erguida e força.
não te posso ajudar pessoalmente, mas sabes que aqui podes desabafar à vontade, pedir conselhos, ajuda, etc. estamos sempre aqui para o que vier.

xoxo

Ariela disse...

Eu tb não sou de vibrar com feriados, desde que eu comecei a namorar com meu atual namorado há um pouco mais de 4 anos atrás, meus feriados prolongados se resumem e ficar deitada, comendo e um olhando para a cara do outro, o que me deu meio que ódio de feriado prolongado, mas esse último eu gostei porque eu fiz uma coisa que eu geralmente não faço.
Quanto à essa tua tristeza, eu realmente não sei como ajudar, até porque quando me bate um depressão prolongada, eu faço o mesmo... tenho dificuldades de me expressar e me afogo na bebida.
Mas use o blog para desabafar, isso aqui é teu espaço! Quem sabe desabafando, tu não se sintas melhor?

Gabi Antonelli disse...

Marcy, por que vc desistiu da facul mesmo? Tenho certeza que uma renovação dessa na sua vida iria modificr o seu estado de espírito. Ou talvez um emprego... mas com certeza o fato de vc ficar em casa é o que vem agravando a situação... pensa com calma em fazer algo por vc mesma que não seja relacionado à dieta. Quem sabe, essa atitude paralela tenha uma repercussão direta em todo o resto!?


Beijo amora

psicoanna disse...

Longo período de tristeza, sinal de depressão, provavelmente é isso que causa nossos excessos. Olha amiga, tenta distrair a mente, faz algum curso, muda algum coisa, faz uma limpeza, só não use a bebida para aliviar essa tristeza, vc sabe que essa não é a forma correta. E não quero ver ninguém aki doente, credo.

Se cuida.

Bjos

boneca anoréxica disse...

eu sempre choro com seus posts Marcy, sempre são tocantes :/
entendo bem o que passas, mas uma coisa te digo, não fale a pena 'descontar' na bebida o que está acontecendo em sua vida ammre .
tudo passa, por mais que demore, por mais que seja difícil, uma hora a gente vê a luz ;
tente fazer algo que te faça feliz, conheça gente nova, vá a lugares diferentes . enfim, boa sorte minha linda, e muita força ! *-* ♥