sexta-feira, 4 de junho de 2010

Mudança retroativa, um velho hábito que (re)aparece


Postei ontem de manhã, eu estava bem, estava feliz, iria ao parque com as colegas a parte da tarde, tudo seria lindo e maravilhoso. Não fosse o fato de começar a me dar um aperto, um desespero, um pavor de sair de casa, coisa que eu não sentia, digamos assim, há muito tempo. Resultado: Não fui, e o pior: Mandei sms pra pessoa que pra mim era mais importante encontrar lá, avisei que não iria e pedi desculpas. Adivinhem... O último número estava errado, mandei sms sei lá pra quem e a pessoa ficou lá. Como eu não atendi meu celular nenhuma vez que ele tocou lá, recebi a seguinte mensagem no orkut: “Como tu queria me encontrar lá se tu não atendeu o celular?????????” Pedi desculpas, ela disse que isso acontece, mas sei que vai demorar muito pra aceitar outro convite desses. Que merda. Outro pior: Como 5 torradas (ou misto quente, como é chamado na maioria dos lugares do país) isso quer dizer que comi 10 fatias de pão, 5 fatias de queijo gordo, 3 fatias de apresentado e muuuuita maionese com margarina. Uma dessas fazia tempo que eu não tinha.

Enfim, não sei porque estou assim, talvez a TPM ajude, mas e todo o resto? Que tristeza é essa? Que vazio é esse? Que medo é esse?
Engraçado o fato de eu me sentir prisioneira dentro da minha própria casa. Quando saio pra trabalhar, ok, sem medos ou pavores, agora quando saio pra me divertir, ou melhor quando planejo e não consigo sair, me dá um pavor, uma sensação de culpa, consciência pesada, como se eu estivesse fazendo algo errado, como se eu devesse ficar apenas em casa, me matando mais um pouquinho.Como se fosse errado deixar a minha mãe ou a Be aqui, enquanto eu estarei lá fora me divertindo, tomando um vinho, um chimarrão e jogando conversa fora. Estraguei o dia de todo mundo, o meu, o do pessoal aqui de casa e o da F. que ficou ligando pra saber onde nos encontrar ao certo.
Sabe aquele papo de que me sinto um lixo desprezível? Pois é...


6 comentários:

Atras da verdadeira identidade anaemia disse...

cara q loucura é essa?? deixar de sair por medos!! vc é mais forte menina..nao deixe sua vida passar pq sua vida SÓ VC PODE CONTROLAR..se enfiar na comida nao resolve merda nehuma, só te deixa com sentimento de derrota maior ainda...VC QUER SE AUTO SABOTAR?? a comida ta ali, vc come se vc quiser, o pão não vai VOANDO P SUA BOCA NÃO, vc com a sua mão pega e com sua boca mastiga e engole. Vc com suas pernas sai de casa ou não sai...sua vida é do seu controle...desculpe a sinceridade gata, mas vc precisa ser sua maior aliada..não sabote sua felicidade,... adoro-te e se cuida..

Srtª Vihh disse...

Sei como é se sentir um lixo desprezivel... eca!
Amiga, amo misto quente (pecado)mas fazer o que,né?
se cuida, flor!
bjOus

Bia Valium disse...

Tem selinho pra vc no meu blog

<3

ThinPrincessC disse...

por mais q custe qdo tenta sair pa t divertir, tenta pensar q tas a fze.lo ara o tu bem.. n so para a tua mente mas tbm para o corpo. faz bem a dieta umas boas gargalhadas, passeios, andar no shopping, apanhar sol, nada na praia. aaah, i a felicidade tbm nos da estabilidade, força i beleza!

Estou ctgo, espero poder ajudar a enfrentar esta fase..sim, e só uma fase..vai passar!

Srtª Vihh disse...

Foi mais que um feriado tenso, não porque eles queriam que fosse assim, mas sei lá me senti péssima...
se tiver msn me add?
vivyh19@hotmail.com
bjOus

bella. disse...

Eu ODEIO momentos em que eu me sinto deprimida, mal com alguma coisa, eu sempre desconto tudo em comida, é inevitável. O pior é que se agente não agir, isso vai tomando conta de você e quando vê, já está domada por isso. Vazio, é essa a palavra, ela me dá medo.
Meu blog é novo, espero que me acompanhe.

Beijos, bella.