terça-feira, 10 de agosto de 2010

Quando o tédio dá lugar a sobrecarga e ao cansaço

Escrito em 01/08.

Dezenove anos completados no dia 25/07. Recebi scraps, e-mails, sms, ligações(Andie, a tua ligação me deixou muito feliz, quase não sabia o que dizer). Continuo a mesma Marcy, os mesmos conflitos, o mesmo tudo e o mesmo nada. Teve uma ligação que doeu tanto, que me fez chorar, foi uma ligação que eu não recebi, a ligação da minha vó. Se Deus existe, ele sabe o tamanho do meu arrependimento pela forma como tratei ela nos últimos meses em que ela esteve aqui. Basta procurar aqui nesse blog, há mais ou menos um ano, as minhas reclamações, minhas queixas, minhas explosões. Eu não soube lidar com ela nesses últimos meses, e como eu disse, se Deus existe, ele sabe o tamanho do meu arrependimento, e da minha dor.
Não é com orgulho que digo que tenho algumas cicatrizes novas nos braços, ou que minha vontade era continuar brincando com aquele estilete no braço. Mas por isso nem choro, choro ao pensar, choro ao entrar na minha memória.

10/08
Estou cansada, morta de cansada. Nauseada, estressada, caindo pelos cantos. Demitiram duas gurias do meu setor e outra pediu demissão, e a outra já havia sido demitida, sobrou eu e outra menina fazendo o trabalho de seis pessoas, além do cansaço corporal, tem o cansaço mental, emocional ou sei lá o que. Não agüento mais ser responsável por uma quantia enorme de dinheiro até o final do expediente, sendo que qualquer problema, quem responde? Eu!
Até uns meses atrás, eu tinha certeza do que queria, jornalismo, escrever, etc e tal, hoje, sequer penso em me inscrever pro vestibular, primeiro porque não estudei, segundo porque não faço a mínima ideia do que eu quero. Também não consigo economizar dinheiro. Quem diria heim dona Marcy! Posso até pegar os e-mails que mandei pra algumas de vocês, ou talvez relembrar conversas no msn onde eu tanto condenava a minha mãe, que ganha um ótimo salário (bem mais que eu, é verdade) e sequer tem dinheiro para me pagar um cursinho! Agora cá estou eu, dia 10, me segurando de todas as formas pra não gastar os R$50,00 que ainda tenho na carteira. A verdade é que não ando com ânimo para coisa alguma. Cafeína já não resolve meus problemas de cansaço, me indicaram um tal de guaraná cerebral, mas o que me disseram é que ele dá fome também. Legal né?
Fui visitar minha vó esses dias, ela quase chorou quando me viu, eu idem. Na saída ela pediu pra que eu não me preocupasse que ela estava bem. Queria acreditar.
Eu engordei sim, é verdade, mas sinceramente...
Vou nessa.

12 comentários:

Andie disse...

Você escreve "vou nessa" e coloca uma foto bem sugestiva abaixo. Nada disso, Marcy.

Os problemas com a sua avó você os resolve falando com ela.

Os problemas com o seu trabalho você resolve procurando outro ou tentando falar com o seu gerente pra providenciar mais contratadas, porque ninguém rende bem sobrecarregado.

Os problemas com o peso a gente resolve só quando os problemas internos estão mais amenos.

Adorei ouvir sua voz também. Não sabia bem o que falar. Não parece, mas sou um pouco tímida, mas tímida da maneira estúpida de ser.

Estou na torcida por você. Em breve você será uma caloura feliz.

Te adoro, mocinha ♥

Mariana disse...

Feliz aniversário atrasado, Marcy! Espero que uma nova fase se abra para sua vida. E que você possa viver dias melhores sempre. Que mantenha a esperança em si mesma e não desista de seus objetivos.
Que siga forte mesmo quando acreditar que não pode mais ir em frente. Porque o mundo tem dessas coisas, dessas que nos fazem desabar, prender a respiração e querer morrer. Como talvez você esteja se sentindo exatamente agora.
Você pode escrever uma história diferente, com novas vitórias.
Quando a gente tem problemas assim,
como esses sobre você e sua avó, é tão complicado...
Mas tente mudar sua postura. É difícil e acontece porque, as vezes, a gente perde mesmo a cabeça e fala besteira, mas trate-a com paciência.
Seu remorso não a fará esquecer o que você fez e você ainda
ficará se corroendo, mas atitudes diferentes suprem e remodelam falhas passadas no presente.
Pode ter certeza disso!
Não se corte, este não é o melhor jeito. Chore, desabafe com alguém, respire e conte até 1000, mas não se corte! Isso parece aplacar a dor e os sentimentos ruins, mas, depois... Depois você continuará com os cortes, a culpa e a vergonha das cicatrizes e das lembranças de momentos assim. E há situações das quais é melhor não lembrarmos.
E a Andie tem razão em tudo o que disse.
Não pense besteiras, pois não resolve também. Pense nas pessoas que ama e no quanto quer vê-las bem. No quanto você pode ajudá-las estando viva. Eu tenho toda a certeza de que sem você, bem é que elas não vão ficar.
é um momento, Marcy. Por favor, tenha paciência. O tempo ajuda em muita coisa. Se dê tempo. É triste ver-te assim.

Tem outra, eu não sei direito, mas
suponho que você trabalha por precisar de grana, algo assim, porém, creio que vale muito a pena passar no vestibular.
Você tem uma grande qualidade: escreve muitíssimo bem; É um largo passo na frente de candidatos que redigem mal. Vale a pena tentar correr atrás. Aposto que você consegue. Além do mais, entrará esse novo enem, ele privilegiará candidatos com facilidade de leitura e escrita. :)
Esperança e força sempre.
Faça as coisas devagar. Quando puder e avaliando-as, mas não deixe de fazê-las, ok? um enorme beijo.

Srtª Vihh disse...

Oi, flor.
Meu niver foi dia 05. quem bom que foi ver sua vó.
e se tu engordou, relaxa, com certeza sai dessa, tá?
não desanima e seja forte!
bjOus

Dolce Vida disse...

Meu seu eu reclamo das coisas que tenho pra fazer, imagina vc trabalhando por pessoas q foram despedidas. É massante demais...
Fora a grana q não chega inteira até o dia 15 do mês...é fogo!
Ai flor, te desejo toda força do universo, toda a paz! E posso não ser a melhor pessoa, mas precisando, grite, venho correndo, nem que seja pra dizer 'ei, eu te entendo' ou ' ei, estou aqui'.

bjusss

Dolce Vida disse...

aparbéns atrasado! eu fiz dia 26/07...e pensa no vazio q eu tinha no peito...espero q os outros anos melhorem...

*Dora* disse...

Marcy, há pouco tempo atrás vc estava alegre. Agora esse stress no trabalho veio e te derrubou desse jeito. Mas amiga, Deus não dá uma cruz maior do que possamos carregar. Vc e sua colega vão se virar e, se ficar pesado, vão colocar mais alguém pra ajudar vcs. As coisas vão melhorar na livraria, pode ter certeza.
Quanto ao seu aniversário, também não recebi ligações que esperava, mas sinceramente a gente tem que colocar na cabeça que o nosso aniversário é um dia comum pras outras pessoas e às vezes elas se esquecem que a gente espera um pouco mais delas nesse dia.

Sei que as coisas vão melhorar amiga, não perca o foco. Seja forte.

beijo

Atras da verdadeira identidade anaemia disse...

dá p vc parar de sumir?? pqp...então..força na caminhada gata, não perca o foco..eu sei q na nossa vida acontece de um tudo q deixa a gente suuuper perdida e q a perda de peso acaba perdendo o plano de prioridade..mas temos q acopla-la na nossa vida..perder peso deve ser igual a escovar os dentes,..essencial..:-)
bjs no S2

psicoanna disse...

Oi Marcy,
que isso, menina, vc não pode deixar se abater, ontem eu chorei 2x vezes, stress, mas a gente tem que continuar. No final de td, vc vai ver como foi forte por ter aguentado td e cuida do seu $$. Faz uma planilha com td os gastos no papel, corta as coisas desnecessárias e não desiste de seus sonhos, se é jornalismo não desiste e tem um novo sonho, vá em frente.
Fale com seu chefe, peça + gente p/ trabalhar. Bjokas

(●• LIA •●) disse...

Pois é amiga... nos criticamos.. e depois nos vemos na mesma situação. A vida é assim.. de altos e baixos, a sua tá mais nos baixos que nos altos né!:
Mas não é por isso que vc vai se entregar tá! Por favor... vamos continuar. Eu lembro siim dos post falando da sua vó. Mas linda a vida é assim...nos vivemos de fase e infelismente temos que passar por todas elas. Não adianta tentar pular... pois é pior. Digo isso por experiência própria... eu já tentei e não deu certo. So me ferrei e as consequencias foram as que colho hoje. Moro onde não quero e não tenho uma vida tão bem resolvida devido que queimei algumas etapas.

O fato de vc completar anos.. não vai mudar sua vida da noite para o dia... issoo é gradual. O número qeu esta no RG não é fator determinante de personalida, responsabilidade ou qualquer outro. Pois te acho tão madura... para sua idade. Que as vezes sinto vergonha de mim... pois sou mais velhinha que ti... e tem coisas bobas que reclamoooo.

Mas nada de desistir.
Vamos continuar.

Beijocas!

ThinPrincessC disse...

es muito novinha, tens muitos anos pela frente i o futuro esta ans tuas maos.
faz tudo para q sejas feliz, porque a felicidade vele mesmo a pena.

qto ao trabalho, lembra-te q ele n e tudo i a tua saude fisica i mental esta a frente. sei q trabalhas pq e necessario, mas havera sempre solução para tudo i ja ja tudo vai acalmar.

beijo*

Descomedida disse...

Marcy, sempre li e sempre lerei teu blog. Acho que você se lembra de mim, mas pelo meu nome verdadeiro.

Estou aqui sempre, orando e torcendo por você.

Lovely disse...

Marcy!

Sabe... você ainda tem tempo para conversar com a sua avó. Conte tudo a ela sobre o quanto você se arrepende e o quanto você a ama e tudo o mais.
Eu gostaria muito de ter feito isso, já era tarde demais e agora o meu arrependimento vem em crises.
Se ao menos eu tivesse dito...

Se bem que essas "explosões" são comuns quando se vive sob o mesmo teto. Mas, se lembrar disso te incomoda... vai lá e desabafa :)
Creio que vai te fazer bem.

E quanto ao trabalho...
Não vou mentir - eu realmente não sei o que dizer para ajudar =S
Sabe... Esse negócio de trabalho não é lá o meu ponto forte, rs.

Cuide-se.
Te adoro, amiga!
Beijinhos e boa semana!