sábado, 7 de maio de 2011

O limiar do consciente



Eu queria não me preocupar, mas não consigo nem visualizar isso acontecendo. Quando eu cumprimento uma pessoa e converso com ela, fico imaginando se ela está ou não reparando na minha barriga. Quando vou fazer uma prova sempre penso se algum colega vai reparar no meu quadril esparramado na cadeira. É difícil fazer tudo o que eu gostaria de fazer nessas condições, mas há momentos em que consigo esquecer, raros momentos, e agradeço as pessoas que me ajudam a esquecer, queria poder dizer isso à elas.

Passei mal durante uma prova nessa semana. Não, eu não deixei de comer, ao contrário, andei comendo mais do que o normal, talvez isso sim tenha contribuído para o que ocorreu. Suei frio e saí da sala de aula antes de conseguir terminar a segunda questão. Não sei se vou pra recuperação, se vou refazer a prova, também não estou me remoendo por causa disso, mas foi um momento chatíssimo.

No trabalho estou no meu limite, mas dentro de um mês entro em férias, talvez o descanso me ajude a aguentar um pouco mais, mas só um pouco, porque lá onde estou não é o meu lugar, é provisório.
Estou cansada e sem tempo, mas não esqueço desse lugar, tão realmente meu...
Apenas um comentário sobre a foto acima: Decidi parar de vomitar, isso nunca fez efeito pra mim, nem qualquer um dos tratamentos certinhos aos quais tentei me submeter. Mas chega de vômitos.

14 comentários:

Não é Ana ... disse...

É tensa essa coisa de querer , mas no fim sempre perder , ao menos está em uma facul e não no médio onde TODOS olham e comentam . ¬¬' Boa sorte flor . Fica bem

A Noiva Cadáver disse...

Querida fico feliz pela decisão de deixar de vomitar. Também estou no limite de meu trabalho, falta um mês para que eu tire minhas férias também... quanto a sensação de que parece que todos olham para minhas gorduras não preciso dizer que sinto o mesmo, creio que vamos conseguir sair disto juntas um dia.

Nadia Esra disse...

Também sinto o mesmo em relação a pensar se estão reparando nas minhas banhas. É terrível ficar com alguém e lá vem aquela mão na cintura e eu penso "vixe, só tem banha aí".
Força, flor!
Estou seguindo seu blog, bjs :*

D* disse...

Saudades!

Lembra de mim?

MAKE ME BEAUTIFUL disse...

eu qria deixar de vomitar , e ficar sem comer. mas ela ainda me domina e vem junto as compulsoes. boa sorte p vc!

Holly disse...

está certissima em parar de vomitar, eu super apoio .
E não se preocupe tudo ficará bem porque você é capaz ;)

Cristal* disse...

Bem, desculpa deixar este mundo só sem uma notícia. Acho te incrivelmente parecida a mim no que diz respeito ás preocupações que relatas, e espero que essas pessoas que te fazem esquecer estejam por muito tempo ao teu lado, e que esse acontecimento chato na prova não seja nada mais grave.
Boa decisão deixar a mia, agora tens que ser forte, porque por vezes podemos recair.
Bjinhos

Cristal* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Atras da verdadeira identidade anaemia disse...

Parar de vomitar é a melhor coisa a se fazer...fico imensamente feliz...em ver sua decisão...eu tb diminui mt esta comportamento!! Graças a Deus!! bjus moça e força p ti!!

Ramona disse...

O pensamento dos outros realmente me matam de curiosidade, fico imaginando milhões de besteiras, e ás vezes não é nada daquilo, ou é tão pior que é melhor nem saber. Enfim nunca saberemos mesmo não é?
Mas não é o com que o que realmente estão pensando que devemos nos preocupar, mas com o que achamos que estão pensando. O que nada mais é que uma projeçao ao outro de que pensamos de nós mesmas. Mas devemos analisar com cuidado. Alguns pensamentos são nossos inimigos e só atraem o que queremos evitar. Em vez de pensar em como estamos, devemos pensar no que podemos fazer!
Em relação á vômitos, eu já tentei, e não funcionou, então parei. Pode até parecer que funciona, mas é perda de tempo. Boa escolha!
Estava com sdds do seu blog, sempre gostei dos seu comentário tbm. Já já volto a postar.
bjs, se cuida

Mariana disse...

Marcy, da minha parte, basta que você saiba que tem meu incentivo e apoio nesta sua decisão de parar de vomitar.
Mil e uma coisas se passaram na minha mente ao vir aqui hoje.
Vomitar é um jeito amargo e estranho "de viver" quando te tiram da redoma que você criou para proteger a si mesma. Mas, depois de tantas recaídas, estou mais comedida nas minhas expectativas sobre uma cura.
De todo jeito, espero que você fique bem e firme para lidar com sua sensata escolha, do fundo do meu coração. E que te deem uma nova chance para a prova.
Nosso mundo é patético e cruel, mas vamos encontrar um modo de sermos felizes.
(Eu gostei IMENSAMENTE da imagem que abriu sua postagem)...
=**

tayane disse...

Querida vc tem q se amar do jeito como es,olha nao sei lembra-se de mim era dona do blog my diary de sonhos(anamia),mas hj nao estou mais nessa aprendi a me amar e parar com minhas neurose creio q verei vc curada dessa obsessao,pois para Deus nada é impossivel bjus amo-te muito saudades...

Jéh. disse...

O medo do que os outros pensarao sempre me impede de fazer coisas que eu tenho muita vontade de fazer! :S

E sobre o vomitar, pode até nao adiantar muito sobre o peso, mas ainda me traz uma paz tão grande. Não sei viver sem! ;/

Mas fico feliz que vc tenha parado flor.. Realmente nao faz nada bem!
Se cuida flor! ;D
Beijos

Descomedida~ disse...

Vomitar também não fazia efeito pra mim. Deve ser por isso que não voltei a fazê-lo agora que estou mais gorda do que nunca. :/

beijão minha amiga linda