sexta-feira, 29 de julho de 2011

Trava de insegurança

"Então, pequena Amélie, os teus ossos não são feitos de vidro. Podes levar algumas pancadas da vida. Se deixares escapar esta oportunidade, eventualmente o teu coração vai ficar tão seco e quebradiço como o meu esqueleto. Então, vai apanhá-lo!"

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
Lá estava eu diante de você, depois da espera ansiosa de semanas e a promessa de que tomaria uma atitude, estava frente a frente com você. Mas antes mesmo de você chegar eu já estava travada. Talvez seja o sentimento por você, o medo, a vontade, o nervosismo, mas você me deixa meio sem ação às vezes. Eu ouvi quando as suas chaves fizeram barulho, e todos que já estavam lá disseram ‘finalmente!’. Então você veio chegando, e quando me disse ‘oi’ e fez menção de me dar um abraço eu estendi a mão pra você e disse ‘E aí?!’, naquele momento eu vi que toda aquela conversa de eu tomar uma atitude, correr atrás e tentar tinha descido pelo ralo. E pela primeira vez doeu, porque não bastava ter você por perto, eu queria algo mais. Alguém pra quem eu falei dessa história me disse que nós nunca daríamos certo se um dos dois não tomasse a iniciativa. Depois eu te abracei, tentei falar, as palavras não saíram e eu recuei. Queria que você tivesse feito alguma coisa, mas você é que nem eu. Quando você colocou as mãos no meu ombro e disse para eu ficar tranquila eu fiquei com vontade de te abraçar de novo, mas já estava tudo meio confuso, e eu tinha medo de uma rejeição. É isso que você faz comigo. Me faz um bem tremendo, mas aciona em mim uma trava de insegurança.

Vinte anos na última segunda-feira. Velhos e novos sonhos se misturam com emoções novas e medos novos. A vida segue, afinal de contas.

16 comentários:

Bia disse...

Parabéns pelo os vinte anos... Achei romântica sua história... se parece até um pouco com a minha,rs. Força pra vc no fds e já estou seguindo *-* ;* kissesforyou!

camila, camila disse...

sou da opinião de que as coisas acontecem como devem ser, que "o que é nosso ninguém tira", mas tudo depende de nós, do primeiro passo, da tal atitude. pense em quantas vezes se arrependeu de ter feito algo, e deseje, ao menos dessa vez, não se arrepender de não ter feito. sorte! ;**

Anna Williams disse...

Eu tenho quase o dobro da sua idade. 20 anos: MA-RA-VI-LHA!!!!!!! A vida é uma delícia, aproveite. Eu vivi intensamente cada um dos meus 39 anos e continuo:-)

Amiga sofredora disse...

Oi flor tudo tem sua hora, mas vc tem que dar o primeiro passo pra pelo menos ele perceber seu interesse. Seja firme, mil beijos.

C. e Cah, disse...

Parece coisa de colegial, e é o que mais me chateava. O estomago revirado, insegurança em cada passo e nervosismo em cada sorriso, todos falsos e ensaiados que por algum motivo nunca saem como você deseja; seguros.
Gosto do meu jeito de criança, bem infantil as vezes, mas ansiava crescer totalmente e em tudo a cada vez que eu mordia os lábios por reprimir o que eu queria dizer.
Mas acredito que essas coisas fazem parte da vida de todo mundo, em todas as idades, em todos os lugares. É uma sensação boa e amarga ao mesmo tempo. Amamos e odiamos ao mesmo tempo, e é tudo tão rápido que se não agirmos nada sai do lugar, mas temos medo de onde tudo possa chegar.

Enfim, força ursinho - vi que gosta de ursos =D -, e parabéns, meus vinte aninhos só no fim do ano. Beijos.

My Wish Made disse...

hi, pode chamar de lolly : D
estou começando novamente a minha jornada de ana mia... bem como recomeço resolvi fazer um blog e visistar outros afins... achei o seu e você me pareceu muito meiga.
estou a procura de forças para conseguir.
visita laah meu broguiin depois.
kissus e forças.

..nandinha.. disse...

amigaaaa 20 anos ai que tudo!!!!
parabéns.
Deixa eu te falar, 20 anos, muda essa sua timidez, vai ser dificil e vai doer, mas se vc nao tomar uma atitude e ele também não nenhum de vcs vai saber como seria nao é msm?
Vai lá menina corre pra ele iuahaiuhihaiua e se rolar rejeição, tem sempre uma primeira vez, e igual band aid.
doi no começo, mas passa depois.
mas se ele fizer isso chama que a gente dá uma voadora nele iuahiauhaiuhaiu
bjossss

Fada Oxy disse...

no começo é dificil no final, da tudo certo
parabens pelos 20

beijos se cuida.

Fah' disse...

Nossa que texto lindo :*). Amei a maneira como foi descrita uma situação que passaria despercebida aos meus olhos, mais não passaram ao olhos de uma pessoa apaixonada *o*... Amei todos os detalhes do inicio ao fim.
Estou te seguindo.
Parabéns p/ Você !
Beijão"

A Noiva Cadáver disse...

Parabéns pelo seu aniversário e texto.

Chocolatte Amargo disse...

é linda, perder um bichinho dói demais! ainda estou me acosumando a vida sem ela. sorte pra vc nas suas conquistas. um beijinho

Sophie disse...

Adorei esse post, e o blog. Parabéns pelos 20 anos.
Ah, e esse filme é simplesmente maravilhoso.

Ramona disse...

Fiz 20 anos em maio, e pode acreditar, ainda tenho 19. Sempre temos grandes histórias em mente, mas quando nos dão uma caneta, elas vão embora, ficamos estáticas, olhando para o papel em branco. Quando fiz 20 anos, senti que ganhei uma caneta, era hora de escrever a história que sempre quiz para mim. Travei! Voltei a ter 19 por um tempo. Depois fui pensando bem, e timidamente fui rabiscando umas palavrinhas na minha vida. Valeu tanto a pena! Nunca mais teremos 20 anos na vida, o que deixar de acontecer agora, não acontecerá nunca mais. Não deixe sua caneta no bolso, saia rabiscando por aí!

mixi_17 disse...

oi flor, estou a te seguir me segue la no meu cantinhu tbm bjos muita força se cuida

Thaali... disse...

oi florr to seguindo teu blog..
segue o meu NOVO BLOG tambeim...
ta ai o link http://thinspirationdiario.blogspot.com/
Repasse o link pra otras Anas&Mias seguirem tambeim...
bjbjbj

Srtª Vihh disse...

Oi,
que post... fazia tempo que eu não passava por aqui, então... que saudades! é dizer é dificil. espero que se resolvam, flor... a pior coisa é a expectativa, mas vai tudo ficar bem.
foi seu aniversário?
se sim, parabéns...
bjOus