quinta-feira, 24 de maio de 2012

Eu&Eu



Andei pensando, e percebi que há muito tempo venho nadando contra a corrente, e isso cansa. Tenho me cobrado demais, me punido demais, questionado demais. Preciso de um descanso, de um tempo das inquietações da minha mente. Mas como conseguir isso? Pode-se descansar o corpo, mas a mente nunca para. Percebi que o descanso que preciso é ocupação. Aquela que te deixa tão cansada que no momento em que você encosta a cabeça no travesseiro não aguenta mais pensar.
Trabalhar durante a madrugada me possibilita conseguir um segundo emprego durante o dia, ou quem sabe um curso. Depois sei lá... quem sabe o dia de amanhã?



10 comentários:

A Noiva Cadáver disse...

É interessante ocupar a mente até a exaustão.
E se esta é a maneira de descansar quando colocas a cabeça no travesseiro, que assim seja, amém querida
;)

Hanna F. disse...

Às vezes eu sinto que preciso desse descanso também!Boa sorte querida, tomara que dê certo!Beijos, se cuide!

Babi disse...

Sei como é "nadar contra a corrente".Lutamos contra nós mesmas o tempo todo e isso é muito auto-desatrutivo, muito cansativo.Me sinto as vezes tão "cansada" pscicológicamente que parece que não vou aguentar mais.Mas dê um tempo a você mesma!

รяª Nathalia disse...

Você não é a única que quer PAZ!

Tati Alves disse...

flor desculpe a demora sei como se sente a gente se sente igual é como se algo estivesse puxando a gente se cuida linda, bjo

(●•Lia•●) disse...

Realmente não temos como descançar a mente Marcy linda, e a única maneira é a ocupação. Eu tb estou a precisar muitíssimo disso! Pois anda tão cansada... tão confusa... nadando contra tudo e todos! Então preciso assim como vc de um descanço (ocpução) para que chega a hora de dormir, deita e ponto final. Não ficcar devagações do que será amanhã, depois... o que se pode fazer melhor.... essas coisas dessas mentes inquetas!

Beijocas florzinha!

DDD*

Anna Mia 4ever disse...

Oi florzinha, imagino como tem se sentido, mas é bom nos darmos uma folga as vezes, se não surtamos. Estava morta de saudades,Beijo

Rose Cassée disse...

Eu sinto a mesma coisa que tu. Necessidade de uma paixão. Algo que me tire o folego e o foco do resto do mundo, algo que me consuma de corpo e alma. A ana/mia me dá isso, mas me mata também. Eu queria algo assim, mas que me fizesse mais saudável e bem disposta. Uma paixão como os músicos sentem pela música ou os esportistas pelo esporte...

Dinha disse...

Nossa, nem me fale em cansaço mental, chega fim de período e eu to esgotada. Tenho vontade de subornar um anestesista pra me deixar em coma por um mês. Mas tenho medo de acordar e não ter sentido o descanso. Cérebro é um treco complicado. Se vc descobrir como pará-lo um pouco, me avisa. E pode ser por substancias ilícitas que eu não ligo, hahaha.

Beijo, força pra vc.

ミ★ Barbara ★彡 disse...

Senti tanto a sua falta ♥
voltei marcy espero que não tenha esquecido de mim :s