sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Vidro quebrado


O mês era maio. Conflitos internos, problemas em casa e falta de vontade. Foram duas horas a mais conversando. Conversa séria e conversa fiada.

Ele -Poxa, mas está tão ruim assim ir pra casa?
Ela -Pois é...
Ele -Sei como é. Eu poderia pegar o trem e o T2 e chegar em casa em 30 minutos. Mas pego o T5 que fica fazendo voltas e demora uma hora mais ou menos.

E a partir de então as conversas se tornaram frequentes. Talvez eu não devesse ter dado continuidade, talvez eu não devesse ter criado coragem, talvez eu não devesse ter me exposto. Talvez eu não estivesse com o coração partido.
Talvez eu devesse ter acreditado quando a amiga que parecia muito revoltada com a vida disse que aquela menina não prestava e que não gostava de mim nem de ninguém. Talvez eu o devesse ter contrariado  quando ele disse que não, ela não era perigosa, só era burra e facilmente manipulável.

Agora ele foi embora e eu não sei o que ela falou de mim que fez ele agir de modo diferente comigo e me ignorar.  E tudo que havia sido combinado se desfez.

Não sei reagir. Novo número de telefone não foi passado para ele, e eu realmente não sei e não nasci pra correr atrás de uma pessoa que age friamente comigo. Quanto à bela bisca que além de ter falado alguma mentira à meu respeito para ele me queimou no lugar onde trabalho... bem, ela terá algumas surpresas.



4 comentários:

Janna disse...

Marcy, linda!
Um vidro quando quebra não dá pra colar, mas ás vezes dá para juntar os caquinhos e refazê-lo em outro objeto, muitas vezes mais lindo, mais delicado, mais especial!
E a boa bisca... Tomara que as surpresas sejam muito ruins!
Cheirinho, linda.

Jєѕѕ ♥ disse...

Acho que se ele não te deu o valor que vc merece...bem não sei! cabe somente a vc decicir, pois é vc que vivencia tudo e mais ninguém.

Um beijo querida.

Kati disse...

Primeiro: Obrigada pelo o que disse la no blog...^^

Marcy querida, na vida existem muitos "talvez", mas não vale remoer nenhum deles... Não te deu valor e saiu sem merecer valor da sua parte, pois fez tempestade...nada precisa ser tão exposto, principalmente coisas que se viveu em um relacionamento.

Se ele ha de pagar, então faça com classe e sem se rebaixar ao nível dele. Sorria sem que perceba que foi vc...^^

Beijos

Ex Anninha Mia disse...

Tá muito certa! Ninguém nasceu pra correr atras de quem age friamente sem motivo nenhum. Muito melhores virão. E a bisca, acho que a vida se encarrega de castigá-la. Anyway fiquei curiosa com as surpresas. =)

Beijos!