sexta-feira, 19 de julho de 2013

Divagações

Depois de ler tantas meninas desanimadas em seus blogs, por motivos específicos ou por motivo nenhum, começo a acreditar no que uma amiga que estuda astrologia me disse há uma semana e meia mais ou menos:
“Os próximos dias vão ser punk hardcore, se prepara.”
Aí ela me explicou vagamente o que aconteceria no céu e me mandou um vídeo. Eu nunca duvidei das estrelas, apenas achei que eu fosse bem mais forte. Não que meus dias sejam puro drama, e quando o são, a culpa é minha.



Tenho tido compulsões horríveis, insônia absurda, daquelas que quando você finalmente consegue pegar no sono às 6 da manhã, depois de roer todas as unhas, comer tudo que estiver pela frente e tomar laxante, você dorme mal, tem pesadelos ou sonhos estranhos, e quando acorda, se sente cansada.
Sobre  o post passado, pensei, analisei, e pra variar, o problema está em mim. Sou insegura comigo mesma, não consigo aceitar que alguém goste de mim. Estranho, eu sei, talvez pelo fato de eu não gostar de mim como  estou nesse momento. Comentei com algumas amigas, que me aconselharam a me jogar, mas se eu fosse explicar elas não entenderiam mesmo. Mas o comentário da Ludvika me fez pensar em muito. Obrigada.

Quem diria que os dias dariam tanto trabalho?
Alguém já pensou no que diria para si mesma se conseguisse voltar no tempo, lá, quando você começou com a paranoia toda?
No meu caso seria uma viagem e tanto. Teria que começar lá na criança, dizendo pra eu mesma não dar ouvido para o que as minhas tias diziam.
“Olha como ela é magra. Você deveria seguir o exemplo dela.”
Depois voltar para o dia da final da copa de 2002. Poxa, fazem onze anos já. Voltar naquele dia e falar que aquele frasco de laxantes não ajudaria em nada, apenas me enganaria.
Lembrar que aquela menina que mostraram na reportagem, magra, linda, que colocava o dedo na garganta pra eliminar o que comia havia morrido em consequência daquilo, e carregava consigo a mania de não comer, algo que vamos combinar, não combina com você. Mas você apenas focou no provocar vômito relacionado ao emagrecimento.

Olha no que deu...


10 comentários:

J.S disse...

é taao dificil :c sei como vc se sente.
Vc tem q aceitar o presente e tentar mudar o futuro, interferir neste presente para no futuro estar melhor, entende?
Beijos
J.S

Lovely disse...

Oi Marcy!

Punk Hardcore? ahahaha, que horror! Nem fala isso!
Compulsões, insônia, pesadelos... Vish, tô no mesmo barco. Hoje mesmo acordei me debatendo na cama :/

Já pensei muito nisso. Se eu pudesse voltar no tempo, acho que aconteceria a mesmo coisa, de maneiras diferentes. Sabe, sou problemática desde que me lembro por gente. Quando estava na pré escola, já me sentia inferior as outras meninas... E extremamente insegura. Eu precisaria mudar de personalidade para mudar o meu destino.
Talvez eu nunca tivesse provocado vômito. Talvez eu tivesse pedido a minha mãe para me colocar em outro colégio. Talvez, talvez, talvez. Mas, acredito que a anorexia apareceria de um jeito ou de outro. E com essa maldita, geralmente vem a bulimia, né?! Então, no meu caso, daria na mesma. Eu acho...

Eu te adoro, viu?
Melhoras!

Bjinhos.

Filipa disse...

Passei um bom bocado a ler o teu texto. Li e reli. Fizeste-me lembrar tanto a mim há uns tempos atrás.
Confesso que ao ler sobre as compulsões fiquei um pouco insegura, porque sempre que leio sobre esses assuntos parece que desencadeia uma compulsão em mim. (anyway...)
No entanto, queria dizer-te que não há necessidade de te sentires tão insegura. As fases de compulsão, como já deves ter reparado, não têm sempre a mesma intensidade. Vêm e vão. São fases da doença. Mas com o tempo, e se tiveres a ajuda correta, essas fases vão diminuir. Eu falo por experiência própria. :)
Estive a pensar também no que escreveste sobre o voltar à infância...wow...too complicated! LOL. Há muita coisa que não controlamos na nossa vida, e mesmo que voltassemos atrás, provavelmente os fatores que desencadearam esta estúpida doença ainda estariam lá e teriam o mesmo efeito sobre nós. Enfim...mas o futuro a nós pertence e talvez esteja escrito nas estrelas também...
Desejo-te uma boa recuperação. Apenas não desistas de ti. No fim deste caminho tortuoso, há um sol à nossa espera :)
Beijinho,
Filipa*

Alice disse...

Oie flor,é realmente esses estão sendo tempos muito difíceis mesmo.Ah se fosse possível voltar no tempo quantas coisas faríamos diferentes não é mesmo?
Olha quanto ao seu lado sentimental,eu com certeza diria pra você arriscar sabe,se dar uma chance de ser feliz,eu sei que existe o medo de se apegar e sofrer depois,eu estou numa situação parecida com a sua e sei que é bem mais fácil falar do que fazer,mas honestamente acho que merecemos a oportunidade de ser feliz independente das merdas que já nos fizeram nessa vida,acho que tentar confiar nas pessoas,seria um passo importante,o que acha?!
Beijo e tenha um ótimo fim de semana

Ludvika disse...

Eu entendo, inclusive no momento não permito que ninguém se aproxime de mim romanticamente, não consigo suportar a ideia de envolver alguém na bagunça da minha vida... O que você já passou não pode ser apagado, mas por que não contar a "Marcy" de hoje que há um leque de possibilidades boas em frente a ela, que ela pode superar esses problemas? Espero que consigas ajeitar tudo por aí :*

Mine disse...

Marcy desses anos que te conheço pelo blog percebi que vc é uma daquelas pessoas que vale a pena conhecer, sabe? Apesar de tudo estar dando errado e talz. Você precisa aceitar que é uma pessoa muito (muito mesmo!) bacana, interessante e que SIM alguém pode gostar de vc e você pode gostar dela também, sei que é complicado... já estive numa situação parecida com a tua nessa questão de relacionamentos há uns bons anos, mas pensa, dá uma chance pra você.
Voltar no tempo... seria maravilhoso... infelizmente a gente vive de presente e acho que devemos focar nisso.. focar no agora. O passado dói demais, em mim deixou marcas que nunca vão se apagar, mas não tenta pegar as oportunidades, não deixa elas virarem passado.
Esse rapaz, o "E", pelo post passado que li, parece gostar mesmo de vc pelas atitudes dele :) ame-o, aproveita o momento Marcy, pensar no passado e no futuro faz a gente perder o lado bom da vida que talvez seja viver o hoje.

talvez tenha falado coisas meio sem noção, mas saiba que é de coração.. ta.
Desejo tudo de bom pra ti!!

Beijosss

A Bipolar disse...

também tenho problemas relacionados a minha aparência, meu peso. já fiz muito uso de laxantes e outros medicamentos, agora to de volta a academia... mas sem muito sucesso, não consigo perder nem 1kg, mas to lá, numa maneira de pelo menos tentar me "entreter".

Antônio LaCarne disse...

também tenho tido compulsões terríveis, sem contar o meu leque de obsessões out of control. me identifiquei bastante com o teu texto. o que será q meu horóscopo tem pra me revelar? ;)

Blue disse...

O pior é que sabemos que hipopótamos jamais serão unicórnios. Sei que sempre terei coxas grossas, que meu rosto jamais será ossudo. Mas não posso abandonar meu lado kamikaze: é como abandonar parte da própria existência...
Bjks
BLue

Anna Rozan disse...

Oi,flor
Estou lendo seu post só hoje e vejo que ,realmente,os últimos dias foram bem punk hardcore,até parece que você conseguiu prever o futuro,pelo menos no meu caso hehe.Também tive muitas compulsões esses dias,sei como você tá se sentindo,sobre a insônia você já pensou em tomar algum remédio?eu tomo e me ajuda muuito.Em relação a insegurança ,eu acho que tudo tem seu tempo ,sabe,eu acho fundamental que a pessoa ''se jogue'' um pouco mais na vida,mas se isso é algo que não é você,acho que não tem necessidade de mudar,acho que as coisas tem que acontecer naturalmente ...Enfim,espero que você esteja bem linda,beijos e força :)