segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Essa coisa que sai dos olhos


Dormi chorando, acordei chorando, nem  eu mesma sei porquê. Sabe quando as coisas saem erradas todas de uma vez? Não é como se você tivesse uma vida normal e surgisse um problema do nada. É você tendo uma droga de vida com alguns momentos bons do nada.

Eu tinha uma entrevista hoje à tarde, mas com o rosto nesse estado, não há condições. Uma coisa é você derramar lágrimas por quinze minutos, outra coisa é você pegar no sono depois de muito tempo chorando, acordar, sentir que tudo está igual, e chorar por mais de uma hora.
Ah, mas você tem dois braços, duas pernas, nenhum problema, pode ser feliz. Pense nas pessoas paralíticas, com pernas amputadas que se superam.
Pois é, mas essas pessoas não são eu.

Essa semana a dieta será baseada em salada, frutas, legumes  e grãos em pequenas quantidades.


Encerro este post dizendo que a frieza das pessoas me assusta tanto quanto doenças terminais, mas que a bondade de algumas outras me faz ter um tantinho de fé ainda.

10 comentários:

Bárbara Ana disse...

Eu também tava assim no final de semana. Quase tive o troço de solidão. Nem no facebook tinha alguém. Depois de encher a cara sexta, acordei no sábado querendo só uma coisa: morrer.
Domingo foi menos trágico. E hoje.. bom, hoje é um dia como todos os outros iguaizinhos que eu tive no último mês.
Pelo menos vc tinha uma entrevista. Eu não to nem perto de trabalhar. Não consigo, não sou capaz de levantar, de estar no mundo, de estar com gente. Enfim. Tomara que vc tenha remarcado :/
Felizmente ou infelizmente, vc não tá tão sozinha nessa. A gente aqui compartilha da mesma dor que vc..
Não posso dizer que vai passar. Espero que sim.. Mas de qualquer forma, posso dizer pra vc ter esperança. Não tenho muita não, mas tento segurar o pouco que tenho. rs. Tente também, moça.
Qualquer coisa é só chamar. Se quiser conversar, falar, gritar. Tamo aí pra isso. rs.
Beijos, flor.

Beatrix disse...

Acho incrível essa mania idiota que as pessoas tem de nos comparar com qualquer pessoa visualmente menos favorecida que nós. Não importa que o outro tenha, somos diferentes. O que pra você não dói, pra mim pode me matar. Não se compare e não deixe que te comparem. Acredite, chorar ajuda muito, queria muito chorar hoje, mas parece que tudo aqui secou e sobrou só a angústia :(

Bárbara Ana disse...

Não sei quando acaba. Mas parece que eu vou explodir a qualquer momento. O problema é que só parece..

Isabella disse...

Olá
Esse sentimento é uma merda, não sei quando começa nem pq e também não sei quando acaba e nem o pq.
Abre o olho meu anjo, as vezes isso é uma pura auto-sabotagem, sem se dar conta vc se sabotou e não foi na entrevista.
Ninguém é mais fodido ou menos fodido, todos temos deficiências - físicas ou mentais - não importa, o que importa é como lidamos com elas...Te joga com dor ou sem dor, com vontade ou sem vontade, mesmo que o pulo seja de meio milimetro FORÇA!
As lágrimas também ensinam, pensa no que elas estão te dizendo - escuta direitinho para que elas não brotem repetidamente sem precisar pelo mesmo motivo, cresce com isso, soma e faz disso força!
Bjokonas
:***

Lovely disse...

Oi Marcy!
A situação aqui não está muito diferente :/ Estou mal até para comentar. Então, não ligue se eu não falar coisa com coisa, porque você me conhece :P

Pois é. Ao meu ver, os problemas psicológicos atrapalham a vida tanto quanto os problemas físicos.
Apesar de que, são dores completamente diferentes, né? Na verdade, uma coisa não tem muita relação com a outra. Mas sei lá... As pessoas adoram comparar! Que mania!

Fique bem ♥
Beijinhos.

Gabrielly Soares disse...

Sei cmo eh. Mas naum deixe sua alma morrer aos poucos. O tempo corre a favor das pessoas. Talvez essa seja a única liçao qe tirei de minha vida até hje... O tempo cura tanto, naum completamente, nunca. Mas, vse vai olhar para trás e sorrir por ter sido forte, por ter enfrentado seus problemas e ter alcançado sua tão sonhada felicidade. Bjoh flor, pode contar comigo pro que precisar...

Anônimo disse...

Oi Marcy vc disse no comentário do último post da Anna Yara que acompanha o progresso dela pelo face, vc poderia me passar o face dela por favor, gosto muito dela e gostaria de poder acompanhá-la por lá tb.

Obrigada

bruna.pgo@gmail.com

(●•Lia•●) disse...

As vezes nunca sabemos o real motivo da nossa dor. É um misto de tantas coisas... acumuladas... que o choro vem e não dura somente uma noite... e assim temos que seguir. Mas algumas pessoas não compreendem e NUCA vão compreender. Pois acham que tudo é nossa vida é flores ou o que os nossos sentimentos, são "frescuras", que conseguimos sim controlar com o "poder da mente". Como isto fosse possível. E o pior é quando somos comparadas as outras pessoas que estão "aparentemente" em condições mais desfavoráveis que nós!
Mas temos que segui Marcy!

Espero do fundo do coração, que essa fase passe logo, que você posso sair desse lugar onde estar e seguir em frente!

Abraços!
Lia*

Ludvika disse...

As pessoas subestimas os problemas da mente, quando na verdade inúmeras patologias físicas se iniciam por uma defasagem da psique... Oque você não pode é se permitir estacionar nessa "vibe".

Fernanda disse...

Aposte sua vida nas pessoas que te fazem ter fé, e o resto e apenas o resto.