sexta-feira, 17 de outubro de 2014

"A comida não vai fazer nada além de matar a sua fome"

Foi o que disse Susie Orbach, que além de escritora, era psicanalista da Lady Di.
Não respondo pelos meus erros ortográficos, estou escrevendo o mais devagar que posso mas sim, misturei bebida com remédio. Não muito.


Depois do diagnóstico de Transtorno de Personalidade, que envolve dificuldade de encarar a vida adulta, arrumei o primeiro emprego que me apareceu pela frente. Começo na segunda. Paga mal e deve ser horrível, mas falarei disso depois que vivenciar a coisa toda.
O trabalho é de meio período, o que me dará a chance de continuar fazendo.... nada, nas horas vagas.

Estou numa fase difícil, como estou. Problemas descontados na comida, no corpo, nos outros... não vou aguentar isso por muito tempo, mas enquanto eu estiver respirando...



sexta-feira, 10 de outubro de 2014

?

Sinceramente estou esperando receber alguma missão nesse mundo, ou enxergar claramente a missão que me foi dada. Vai ver estou começando a enxergar.
Hoje comprei Hynib Tabs. ÉCA. Que coisa horrível, mas realmente tira a fixação por doce, de tão enjoativo que é cada tablete. Gastei ricos R$60 e poucos reias das minhas poucas economias.

Minha mãe resolveu um problema que a incomodava há 40 anos. Os detalhes cabem à ela, mas foi um alívio pra todos, porque ela nunca tinha se dado conta de quanto aquilo pesava. Acho que a vida dela vai dar um giro.

Não adianta, eu preciso me acertar com meu corpo. Isso não quer dizer que eu queira pesar 40kgs, não, longe de mim, mas do jeito que está, não dá.


quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Adiando

Desmarquei a consulta com a psicóloga, minha cadela (que nem comigo estava) acordou morta essa manhã.
Os dias estão se revelando verdadeiramente surpreendentes!


https://www.facebook.com/palavrascompulsivas

domingo, 5 de outubro de 2014

Mom and I

Muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo.
Minha mãe me acusou de querer ser mais vítima do que ela roubando o lugar dela de pessoa mais problemática da casa, isso depois de eu passar um dia inteiro dando suporte aos problemas dela, que são grandes, muito maiores que os meus.
Mas a verdade é que eu também tenho traumas que envolvem sexualidade, mas já é tarde demais pra falar disso com ela, que tem um histórico pior que o meu. Só que bem, ela conseguiu casar, ter uma filha, e eu, não consigo sequer ir pras preeliminares com alguém.
Eu lembro de coisas, de uma época que ela namorava um cara, e por estarmos com a casa cheia, dormi no quarto dela, só eu e ela. O namorado ligou de manhã, eu já estava acordada, ela não, acordou, atendeu e não percebeu. Começou a falar umas sacanagens com o cara, e agora tá acontecendo algo semelhante com ela e um cara aqui do prédio, e ela me conta como se fosse minha amiga de escola, e eu sinto nojo, e falei isso pra ela. Bem, é claro que ela não está falando comigo agora.

Como vou começar a ir na psicóloga Quinta, vou fazer, como muitas garotas, títulos com o número do dia do meu tratamento. O dia 1, obviamente, será na Quinta-Feira.

Fora isso, tudo uma bosta.


quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Hello, Doctor

Consulta  com a psiquiatra hoje.
Depois de vários altos e baixos, ela me diagnosticou com distúrbio de personalidade e bipolaridade.
Saí de lá pior do que eu entrei, talvez porque eu ouvi coisas (verdadeiras) que não queria ouvir.
Aliás, ela disse que sem terapia eu terei "uma vida muito difícil". Marquei uma consulta com a psicóloga dia 09, talvez eu vá, talvez eu desmarque.
A verdade é que todo mundo tem problemas e eu me sinto uma imbecil pelos medos que eu sinto, pelos meus ataques de pânico e afins. Vai entender...