domingo, 21 de dezembro de 2014

Cold Heart

Obs inicial: Fui arrumar a verificação de palavras, estava dizendo pra não pedir. Mas mesmo assim mudei, mudei de novo e atualizei.

Tem dias que a vida reserva uns baques pesados pra gente, e em muitos casos, eles parecem vir todos juntos. Claro que a gente deixa de enxergar tudo que está bem e foca naquilo que está ruim.
A boa notícia é que os antibióticos estão me curando, minha mãe parece feliz... a notícia ruim é que muitas coisas chatas aconteceram. Eu pareço, de alguma maneira, danificar a maioria das coisas que eu gosto. E tenho a impressão de que essas coisas são como cristais, não voltam ao normal, por mais que eu queira. 
Me dizem que está tudo bem, mas não está.
Dizem coisas que eu queria ouvir, mas não da forma como eu queria que significasse.
Está tudo confuso na minha mente. 
Lado bom da vida? Minha irmã adotiva (B.) chega em dois dias, com as duas irmãs biológicas dela pra passar o natal aqui.
Primeira vez desde 2011 que passarei o natal com mais de uma pessoa. É sempre uma época difícil pra mim. 

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Sickness

Estou doente. 

Começou com uma pequena dor de garganta, seguida de um sagramento e muitas horas alternadas de febre. Em alguns momentos, via uma moça sentada comigo na cama, mas não tinha ninguém lá. 
Aparentemente é apenas uma infecção forte na garganta, que está cheia de placas, mas não fiz exames de sangue pra saber se existe alguma outra coisa, pois estou com muito medo dessa febre toda em horários diferentes.

Consequentemente comi menos, mas acredito que ingeri mais calorias, porque só coisas pastosas  ou macias passavam pela minha garganta... então comi batatinha cozida e amassada, cremes, etc... mas não me importa, eu quero melhorar, porque ainda estou doente. 
Tomei 3 injeções na bunda. =/ Como dói essa tal de benzetacil. Mas minha gratidão se ela me curar.

Perdi váááárias, várias mesmo, entrevista de emprego, inclusive uma em um restaurante bem natureba onde queria muito trabalhar, pois não conseguia levantar da cama. 
=/


MUITO FELIZ PELOS COMENTÁRIOS DE AMIGAS QUERIDAS AQUI, FELIZ DEMAIS MESMO!

Então essa semana foi anulado no quesito dieta/atividades físicas. Mas semana que vem tá chegando, e essas injeções vão ter valido à pena.

SOBRE A VERIFICAÇÃO DE PALAVRAS NOS COMENTÁRIOS, QUE ME FOI RECLAMADO: Não sei como isso apareceu, e nem consegui tirar, por enquanto, vai continuar aí. Se alguém souber como tirar, agradeço.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Então...

Parar de postar pode ter sido um erro. Eu preciso escrever, preciso colocar pra fora esse turbilhão de sentimentos. Mas sendo sincera, não me sinto no lugar certo, e vou explicar porquê.
Comecei esse blog em 2008, depois de excluir um blog que eu tinha em outra plataforma desde 2006.
Nesse espaço houve privação alimentar, houve bulimia, houve consequências disso, hospitais, médicos, exames, clínicas psiquiátricas, uma tentativa falha de terapia, perda de peso, ganho de peso e o efeito sanfona.
Sempre mantive contato com blogs de meninas que vivem em função de dieta ou que se dizem pro-anas, com algumas exceções. Mas eu não sou isso, eu não sou pró-ana, sou gorda, estou obesa, aliás, não vou esconder isso, da mesma forma que não vou compartilhar meu peso.


Mas me sinto divida.

Tem um lado meu que precisa e quer emagrecer, por questões de saúde, estética também e por não ter dinheiro para comprar roupas maiores.
E tem o lado que gostaria de perder poucos quilos e seguir na luta contra a gordofobia, porque ser gordo não é errado, errado é o preconceito que existe por trás de tudo isso. Afinal de contas, eu fiz exames há uns 2 meses, e a médica falou que está tudo ok, inclusive, os triglicerídeos estavam quase muito baixos. Essa coisa de associar pessoas gordas com doenças está errado. E eu quero levantar essa bandeira. Mas quero me sentir bem comigo.



Confuso, não é?


Eu sei...
O fato é que preciso escrever.