segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Faz tempo....

Que não passo por aqui.
Sorrio genuinamente quando minha irmã traz seu bebê aqui, e só isso, ou ver a recuperação da minha mãe, me traz felicidade. O resto são possibilidades e decepções.
Ver o cara que eu achava que era apaixonada desde 2011 beijando e tomando unhadas de uma guria, ali, na minha frente, doeu, doeu pra caramba, mas me fez perceber que não tenho mais condições emocionais de me arrastar por uma pessoa que não liga pra mim, que não quer nada além de amizade. No momento, como é difícil pra mim, vou me afastar, a distância talvez me ajude...
Até porquê foi minha primeira paixãozinha, a coisa começou em 2011, e isso passa. Deve passar. E a amizade do irmão dele, meu melhor amigo, é mais importante.

A Lovely não vai mais ao show dos Stones comigo, por problemas particulares dela. Que pena.

Minha alimentação vai indo, nem bem, nem mal...
A loja em que eu trabalhava fechou, mas a direção optou por ficar comigo e me realocar em outra filial.