quarta-feira, 9 de março de 2016

Aconteceu

Os Rolling Stones e a Lovely vieram para cá, (sim, a Lovely, minha melhor amiga, do blog linkado aqui ao lado).
Bebemos café e conversamos um dia antes do show... e no dia... MINHA NOSSA!
Fomos para a fila às sete da manhã, eramos o número 38 e 39 da fila! O show foi fantástico, maravilhoso, eu poderia usar mil adjetivos maravilhosos para falar desse incrível espetáculo, e do dia inteiro que passei com a Lovely na fila.

Me perguntaram o motivo dela ter parado de postar. Ela está fazendo um esforço enorme pra se livrar desse TA maldito que tanto mal faz à ela, e não quer influenciar ninguém, nem ouvir parabéns por pesar 40 kgs ou menos.
Ela é frágil demais, queria poder dedicar um mês da minha vida só pra cuidar dela. 
Ao final do show, ela começou a apresentar sinais de hipotermia. Quando a banda saiu do palco nos dirigimos imediatamente ao ambulatório, mas ela não conseguiu mais caminhar e foi carregada. Eu e um amigo pegamos ela no colo e a passamos por cima da grade, enquanto um segurança levou ela.
Trocaram a roupa molhada dela por algo seco, colocaram a capa de chuva, mas ela já estava mal. Passava e muito da meia-noite quando nossas mães conseguiram nos pegar, já que o trânsito na cidade estava caótica. Essa não é uma lembrança que vou levar, é apenas um alerta para todos que enxergam uma beleza surreal na anorexia e bulimia.

Enquanto isso, minha vida pessoal/profissional anda um caos. Meu amor platônico desde 2011 me magoou, pela primeira vez me senti um lixo, decidi me afastar. Ele pediu para que eu não fizesse isso, que queria ser meu amigo. Mas tudo que aconteceu... só que eu poderia ter sido madura e ter apenas ignorado ou qualquer coisa, mas resolvi machucar também, e relembrar coisas que não precisavam. Se algo acontecer com ele por causa disso nunca vou me perdoar.
Pedi demissão depois de muito assédio sexual e moral. Não aguento mais. Coisas novas aparecerão.

Eu não sei até onde consigo caminhar ainda...