quarta-feira, 9 de março de 2016

Aconteceu

Os Rolling Stones e a Lovely vieram para cá, (sim, a Lovely, minha melhor amiga, do blog linkado aqui ao lado).
Bebemos café e conversamos um dia antes do show... e no dia... MINHA NOSSA!
Fomos para a fila às sete da manhã, eramos o número 38 e 39 da fila! O show foi fantástico, maravilhoso, eu poderia usar mil adjetivos maravilhosos para falar desse incrível espetáculo, e do dia inteiro que passei com a Lovely na fila.

Me perguntaram o motivo dela ter parado de postar. Ela está fazendo um esforço enorme pra se livrar desse TA maldito que tanto mal faz à ela, e não quer influenciar ninguém, nem ouvir parabéns por pesar 40 kgs ou menos.
Ela é frágil demais, queria poder dedicar um mês da minha vida só pra cuidar dela. 
Ao final do show, ela começou a apresentar sinais de hipotermia. Quando a banda saiu do palco nos dirigimos imediatamente ao ambulatório, mas ela não conseguiu mais caminhar e foi carregada. Eu e um amigo pegamos ela no colo e a passamos por cima da grade, enquanto um segurança levou ela.
Trocaram a roupa molhada dela por algo seco, colocaram a capa de chuva, mas ela já estava mal. Passava e muito da meia-noite quando nossas mães conseguiram nos pegar, já que o trânsito na cidade estava caótica. Essa não é uma lembrança que vou levar, é apenas um alerta para todos que enxergam uma beleza surreal na anorexia e bulimia.

Enquanto isso, minha vida pessoal/profissional anda um caos. Meu amor platônico desde 2011 me magoou, pela primeira vez me senti um lixo, decidi me afastar. Ele pediu para que eu não fizesse isso, que queria ser meu amigo. Mas tudo que aconteceu... só que eu poderia ter sido madura e ter apenas ignorado ou qualquer coisa, mas resolvi machucar também, e relembrar coisas que não precisavam. Se algo acontecer com ele por causa disso nunca vou me perdoar.
Pedi demissão depois de muito assédio sexual e moral. Não aguento mais. Coisas novas aparecerão.

Eu não sei até onde consigo caminhar ainda...

4 comentários:

Senhora Psicótica disse...

Estou muito feliz que tenha sido tudo muito incrível nos Stones.
Sobre sua amiga, o alerta é real e muito triste, espero que ela se recupere bem.
O amor platônico deve ter merecido ser magoado, espero que ele aprenda com isso.
Se o emprego estava sendo traumatizante, então acho que pedir demissão foi uma escolha sábia.
Espero que você fique bem e que atualize mais vezes <3
Abraço!

Hannah André disse...

Nossa, eu já passei por assédio em âmbito escolar e morro de medo de um dia ter que enfrentar isso no ambiente de trabalho. Eu imagino até que ponto insuportável chegou pra você decidir sair... É muito ruim, a gente se sente um objeto descartável e os culpados nunca são julgados pelo o que comentem.
É a sociedade em que vivemos.
No demais, espero que fique tudo bem quanto a sua vida sentimental e que as coisas se encaixem.
Melhoras pra sua amiga, muito tenso, mas ei um alerta para todas nós...
Mil beijos!

Lua disse...

Omg ♡
O show deve ter sido maravilhoso. Eu nunca fui em um show desse tipo, sei lá... geralmente meu gosto, não bate com os gostos das pessoas. Sinto muito pela sua amiga. Realmente, as pessoas enxergam apenas beleza no t.a ( mas não julgando, quem enxerga isso, provavelmente não tem). Toda essa coisa é sofrida, é um misto de amor e ódio. Espero que ela esteja bem.
Quanto ao assédio, que absurdo. Você pediu as contas? Isso rola um processo enorme, é um absurdo. O ambiente de trabalho deve ser seguro! Imagino, que outras devem ter passado.
Sobre o relacionamento, bom... Relacionamentos não são faceís, mas não se culpe não. Ser sincera, não é errado. Espero que ele, e você fique bem.

Beijos ♡ ♡

Anita Perfeita disse...

Ah Marcy...


Quando vi a chuva caindo em Porto Alegre, pensei logo em vocês duas, e imaginei que poderiam sofrer de hipotermia naquele frio, desejei intimamente que tivessem agasalhadas e com capas de chuva, foi tudo que pude fazer.
Odeio ter pressentimentos ruins, na maioria das vezes é um mau presságio.
Conhecer uma guria do blog pessoalmente é um privilégio que eu nunca tive. Sim isso é inveja!

É preciso ter fígado forte e cabeça fria para conseguir se manter em um emprego nos dias de hoje.
A verdade é que mulheres e homens se submetem a diversas humilhações para não perderem seus empregos neste país.
Conheço uma coitada que a chefe paga todo mundo e "esquece" dela, só paga 15 dias depois de todos, e ela não pode reclamar porque ir pra rua não é opção quando se tem um filho pra criar.
Conheço uma certa empresa em que o gerente manda todos os peões pegarem um empréstimo de 2.500 reais com o dono da empresa em nome deles para passarem pro gerente por baixo do pano, e os coitados ficam a ver navios sem saber quando e se um dia receberão o dinheiro de volta, e passando necessidade.
Conheço funcionários que o patrão dá baixa na carteira, paga os tempos, e depois deixa o funcionário trabalhando ilegalmente por seis meses "escondido" enquanto este recebe seguro desemprego, a empresa depois disso contrata o funcionário de novo como se nunca o tivesse feito antes, para que o funcionário não adquira certos direitos.
Conheço pessoas que tiveram de se submeter ao rebaixamento de cargos dentro da empresa, ganhando menos, trabalhando mais, e sem poder reclamar, claro.
Conheço uma secretária que é diariamente assediada e humilhada sexualmente.Teve um dia que o outro funcionário pegou um bolo de dinheiro e jogou na mesa dela na frente de todos dizendo: "Isso aqui é para pagar a noite anterior que você passou comigo!", acredita?
É triste, mas as mulheres costumam ser mais constrangidas e coagidas a aceitarem um "relacionamento sexual" como se tivessem a obrigação de fazer do próprio corpo uma moeda de troca dentro do ambiente de trabalho.
As mulheres ganham menos que os homens, cerca de 70% do salário dos homens nos mesmos cargos. Mulher só ganha mais que o homem na modelagem e na prostituição.(Dados que vi em 8 de março na Globo News).

É sério que você mantém um amor platônico há cinco anos???
Garota, cinco anos nutrindo um amor em segredo é muito tempo perdido, muito tempo protelando a própria felicidade, tempo que aliás não volta mais!
A vida é curta demais pra isso Marcy!
E de repente nem achei ruim você ter magoado ele, quem sabe a ficha do sujeito cai, né?


XOXO, Anita ♡