domingo, 31 de julho de 2016

Depressão, ansiedade, compulsão alimentar


Acho que perdi um considerável número de conhecidos. Alguns amigos se mantiveram.

Tenho tido problemas para sair de casa. 
Tenho tido repetidas compulsões alimentares. Hoje mesmo, comi duas barras de chocolate, quatro bananas, empanadinhos, arroz com couve, Danoninho e pão. Até os sutiãs estão ficando apertados.

Descobri que amo cozinhar. Gastronomia está se tornando uma paixão.

Eu estou triste.

3 comentários:

Anita Perfeita disse...

oi Marcy!


Não estou melhor do que tu.
Minha insônia anda terrível, e quando dia amanhece vou para a cozinha preparar algo tentando cansar-me, ontem fiz purê às 7:00 da manhã e hoje fiz bolo de milho às 6:00 da manhã, o Príncipe tem aprovado a "terapia", eu não.

Tu ainda sente muito por ter perdido aquela amiga, foi como perder um membro da "família que tu escolhestes", entendo.
As pessoas escolhem entrar em nossas vidas por amor, e escolhem sair das nossas vidas porque não sabem perdoar. Não te martirizes mais.
Entretanto a tua vida continua doce Marcy, é preciso seguir teu caminho, e nele com certeza tu encontrarás novos amigos.
O tempo cura, paciência guria.


https://www.youtube.com/watch?v=DP3j6hgS4VY&list=PLYtnS98wFY_sXjRnj63xXUlmk-kR-N07a&index=1



Beijinhos ^^

Lua disse...

Oi Marcy
Eu etendo, tudo fica tão inerte, vazio e sem sentido. As vezes acho que mundo se dissolveu, e estamos sendo escorridas para dentro de um enorme buraco sem fim....

Ana Alves disse...

Oi, Marcy! ♥
Acho que o título da sua postagem diz tudo. E bem, a depressão, a ansiedade e a compulsão alimentar estão interligadas, uma leva à outra.
Você mencionou que tem estado interessada em gastronomia, talvez você possa de alguma forma aliviar sua ansiedade cozinhando. Normalmente quando fico estressada eu invento de preparar algo, até que a tal comida fica pronta, minha ansiedade foi toda embora, e eu acabo não precisando comer pra aliviar. Claro que isso é muito pessoal, e com os episódios de compulsão isso talvez não funcione pra ti. Mas de qualquer forma, pode ser uma alternativa. Outra opção seria você vir aqui no blog, escrever pra gente, falar dos seus sentimentos. Isso pode ajudar a aliviar e lidar melhor com as situações.
Enfim, seja como for, eu espero que você possa quebrar esse ciclo, se livrar da ansiedade (que sei, por experiência própria, que é extremamente desgastante), da compulsão e da depressão.
Obrigada por ir lá no blog comentar ♥ Tente ficar bem, querida. E como eu disse, tente nos escrever mais vezes, qualquer coisa, duas, três palavras que sejam.
Um abraço bem forte, que transmita esperança e fé!